seudominio.com.br:2095/login/" method="POST">

Seguidores

Tecnologia do Blogger.

Translate

sábado, 27 de abril de 2013

O cosmético surgiu no Egito por volta de 3.100 a.C. A receita era bem caseira e misturava clara de ovo, cera de abelhas e henna (planta da qual se extrai um corante preto). A secagem era bastante lenta e o esmalte saía super rápido. Mesmo com estes incômodos, o produto se espalhou e conquistou garotas e até homens do Império Romano à China.

Egyptian tomb decoration

Na China Antiga, cerca de 221 a.C., pintar as unhas era mais do que um sinônimo de beleza, significava poder e coragem. Por isso, os guerreiros (sim, os homens) passavam esmalte preto antes de partirem para as batalhas.

Chinese Empress

Na Europa, por volta de 1800, a moda entre as garotas era ter unhas curtas e levemente arredondadas. Para completar, elas poliam com couro e aplicavam óleo de bálsamo (planta medicinal).



A primeira empresa de produtos para manicures, a Flowerey Manicure Products, surgiu em Nova York, em 1910. Eles ficaram conhecidos porque criaram uma lixa metálica, conhecida como Emery Board, que se tornou item indispensável na necessaire de qualquer manicure da época.


Em 1920, a indústria automotiva desenvolveu um verniz para carros, e foi a partir dessa fórmula que surgiu o esmalte que conhecemos hoje.
Naquele período, Beatrice Kaye, manicure do estúdio de cinema norte-americano Metro Goldwyn Mayer, lançou o estilo meia-lua, com o esmalte aplicado no meio das unhas.



Os irmãos Charles e Joseph Revlon criaram, em 1932, produtos brilhantes e coloridos para serem aplicados em toda a unha. Foi nessa época que surgiu a marca Revlon e a tendência de combinar tom do make com tom do esmalte.


Em 1970, a moda era usar unhas longas e decoradas. Já na década seguinte, as garotas passaram a utilizar o acessório como pedras preciosas.




Existem países, como o Afeganistão, em que as mulheres são proibidas de usar esmalte. Quem não seguir a regra corre o risco de ter os dedos cortados!

É isso gurias! Espero que tenham gostado da matéria e aproveitem para usar e abusar do esmalte já que aqui no Brasil não corremos o risco de ter os dedos cortados D=.
Obrigada revista Alba Damasceno pela matéria.

=* Rockisses

0 comentários: